Atualizações em Epilepsia – Nov/11

Publicado: 20/11/2011 em Epilepsia
Tags:, , ,

Uma avaliação crítica da utilidade da monitorização prolongada por vídeo-EEG em idosos

(“A critical appraisal on the utility of long-term video-EEG monitoring in older adults”)

 

Epilepsy Res. 2011 Nov;97(1-2):12-9

Abstract: Objetivo: Pesquisar o quanto o vídeo-EEG em pacientes acima de 45 anos ajudou no manejo de pacientes com distúrbio paroxístico de comportamento. Método: Coorte retrospectiva. Resultado: O vídeo-EEG ajudou em 94,8% dos casos (p<0,001), principalmente para determinar quais crises são epilépticas e quais não são. Há um aumento no número de diagnósticos de epilepsia de lobo temporal (de 38,5% para 52,7%, valor-p não informado), indicando que é necessária atenção a este diagnóstico em idosos.

Comentário: Amplia a indicação de vídeo-EEG para pacientes mais velhos com necessidade de confirmação diagnóstica de epilepsia, sem aumento da incidência de complicações associadas ao método. O tratamento de idosos com provável epilepsia é complicado pelo aumento da incidência de efeitos adversos das medicações. Chama atenção o alto índice de resolução de crises não-epilépticas, dado discordante da maioria dos estudos atuais. Não há como calcular o valor-p do aumento no número de diagnósticos de epilepsia do lobo temporal pelo uso do vídeo-EEG através do teste de McNemar com os dados apresentados.

Link: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21784617

——————————————————————————————————————————————————————

 

Sulthiame em epilepsias pediátricas refratárias: experiência de um medicamento antigo em um centro de epilepsia pediátrico terciário

(“Sulthiame in refractory paediatric epilepsies: An experience of an “old” antiepileptic drug in a tertiary paediatric epilepsy unit”)

 

Seizure. 2011 Dec;20(10):805-8

Abstract: Relatar efetividade (eficiência x tolerabilidade) do sultiame adjuvante para crianças com epilepsia intratável. Método: Série de 20 casos. Resultados: Houve resposta (redução >50% freqüência crises) em 55% das crianças. Efeitos adversos que levaram à suspensão do medicamento foram observados em 15%.

Comentário: Houve razoável resposta, e aparentemente o sulthiame possui mais efeito em epilepsias focais criptogênicas ou idiopáticas, como a epilepsia focal benigna com descargas centro-temporais (BECTS). Seu uso deve ser reservado àqueles que não apresentam controle de crises com drogas de primeira linha, ou em que houve controle, mas o perfil neuropsicológico foi prejudicado, como quando há evolução de BECTS para ponta-onda contínua do sono de ondas lentas (CSWSS). A Anvisa não autoriza a comercialização desta medicação no Brasil.

Link: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21924927

——————————————————————————————————————————————————————

 

A dieta cetogênica e outras relacionadas: uma revisão

(“The ketogenic and related diets in adolescents and adults: a review”)

Payne NE, Cross JH, Sander JW, Sisodiya SM

Epilepsia. 2011 Nov;52(11):1941-8

Abstract: Objetivo: Avaliar aplicação de terapias dietéticas em epilepsia de adultos. Método: Revisão. Resultados: Existem poucos estudos sobre aplicação de terapia dietética em adultos, e quando existentes, possuem amostra pequena. A principal causa de abandono (28 a 53% dos pacientes) é a ineficácia. Quando eficaz, ocorre redução da ocorrência de crises logo nas primeiras duas semanas (redução de >50% das crises em cerca de 43% dos pacientes). Esse efeito desaparece com sua suspensão.

Comentário: De eficácia conhecida em crianças, nos adultos as terapias dietéticas são pouco toleradas, e geralmente ineficazes. Parece haver maior benefício nas formas não-cetogênicas (como Atkins modificada), pois são mais palatáveis, em pacientes com epilepsias generalizadas sintomáticas, principalmente se houver sobrepeso. Devem ser administradas apenas por nutricionistas, e se não houver benefício após quatro meses, suspensa.

Link: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/22004525

comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s