Atualizações em Neurorradiologia Intervencionista – Ago/13

Publicado: 02/09/2013 em Neurorradiologia Intervencionista
Tags:, ,

A segurança e os preditores para o retratamento de aneurismas cerebrais remanescentes após a embolização endovascular inicial

(“Safety and predictors of aneurysm retreatment for remnant intracranial aneurysm after initial endovascular embolization”)

Teleb MSPandya DJCastonguay ACEckardt GSweis RLazzaro MAIssa MAFitzsimmons BFLynch JRZaidat OO

J Neurointerv Surg. 2013 Aug 16

Abstract: Introdução: A hemorragia subaracnóide aneurismática (HSA) é uma rara e devastadora apresentação do acidente vascular cerebral. O tratamento endovascular tem sido criticado pelas altas taxas de recanalização e retratamento. A segurança e os preditores para o retratamento não são conhecidos. Nós relatamos os desfechos clínicos, de imagem e os preditores para o retratamento dos aneurismas cerebrais após a embolização endovascular inicial. Métodos: Nós identificamos os pacientes que foram submetidos ao retratamento endovascular de julho de 2005 até novembro de 2011. Os dados dos pacientes e dos aneurismas foram coletados. As complicações peroperatórias foram relatadas como perfuração intraoperatória (PIO) ou eventos tromboembólicos (ETT). As características dos pacientes e dos aneurismas foram comparadas entre os aneurismas que necessitaram de retratamento e os que não necessitaram.  Resultados: Um total de 111/871 (13%) dos aneurismas foram retratados. Dois (0,2%) foram retratados por recorrência de HAS, 82 (74%) dos aneurismas estavam localizados na circulação anterior, 47 (42%) necessitaram de stent e 5 (5%) necessitaram de remodelamento por balão durante o retratamento. Houve um total de 5 (5%) PIO e 6 (5%) de ETT dos quais 2 (2%) e 1 (1%) foram sintomáticos, respectivamente. A taxa geral de eventos sintomáticos foi de 2,7%. Os pacientes foram acompanhados por uma média de 15±14 meses. Sete (0.8%) aneurismas necessitaram de um segundo retratamento sem ter apresentado recorrência de HSA. A análise multivariada revelou uma odds ratio de retratamento de 2,965 para aneurismas rotos, 1,791 para aneurismas da circulação posterior e 1,053 para aneurismas grandes e de colo largo. Conclusões: O retratamento dos aneurismas é uma opção segura sem aumento significativo na morbidade ou mortalidade. A HSA, aneurismas da circulação posterior e aneurismas grandes foram preditores de retratamento.

Comentário: Não há.

Link: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23956245

——————————————————————————————————————————————————————

A história natural das malformações arteriovenosas cerebrais: uma metanálise

(“Natural history of cerebral arteriovenous malformations: a meta-analysis”)

Gross BADu R

J Neurosurg. 2013 Feb;118(2):437-43

Abstract: Objetivos: Avaliar as taxas de hemorragia relacionadas às malformações arteriovenosas cerebrais (MAV) e, através de análise estatística, elucidar os fatores de riscos significativos para hemorragia. Métodos: Os autores realizaram uma metanálise nas bases de dados pelo PubMed até janeiro de 2012 usando os termos “AVM”, “arteriovenous malformation”, “natural history”, “bleed” e “hemorrhage.” Estudos adicionais foram identificados pelas referências dos artigos revisados. Foram incluídos estudos em língua inglesa que mostraram taxas anuais de hemorragia por MAV. Os dados coletados, pelos autores independentemente, incluíram dados demográficos, taxas de hemorragia, fatores de risco de hemorragia. A análise foi realizada utilizando modelos de efeito randômico. Resultados: Foram identificados nove estudos sobre história natural, com 3923 pacientes e 18,423 pacientes-ano de seguimento. A taxa anual geral de hemorragia foi de 3,0% (95% CI 2,7%–3,4%). A taxa de hemorragia para as MAV não rotas foi de 2,2% (95% CI 1,7%–2,7%) para as MAV rotas foi de 4,5% (95% CI 3,7%–5,5%). Os fatores de risco para hemorragia com significância estatística foram: hemorragia prévia (HR 3,2, 95% CI 2,1–4,3), localização profunda (HR 2,4, 95% CI 1,4–3.4), drenagem venosa profunda exclusiva (HR 2,4, 95% CI 1,1–3,8), e aneurismas associados (HR 1,8, 95% CI 1,6–2,0). Drenagem venosa profunda qualquer (HR 1,3, 95% CI 0,9–1,75) e sexo feminino (HR 1,3, 95% CI 0,9–1,75) tiveram uma tendência de risco aumentado de hemorragia, mas sem significância estatística. MAV pequenas e pacientes mais velhos não foram fatores de risco significativos para hemorragia. Conclusões: MAV com hemorragia prévia, de localização profunda, drenagem venosa profunda exclusive, e aneurismas associados tiveram maiores taxas anuais de hemorragia, influenciando a decisão cirúrgica e a seleção para radiocirurgia destas lesões.

Comentário: Não há.

Link: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23198804

——————————————————————————————————————————————————————

Resultados preliminares do estudo ARUBA

(“Preliminary Results of the ARUBA Study”)

Bambakidis NCCockroft KConnolly ESAmin-Hanjani SMorcos JMeyers PMAlexander MJFriedlander RM

Neurosurgery. 2013 Aug;73(2):E379-81

Abstract: Não há.

Comentário: Este artigo é uma discussão sobre os resultados preliminares do estudo ARUBA, que randomizou pacientes apresentando MAVs cerebrais não rotas. Pacientes apresentando MAVs que já sangraram ou MAVs consideradas intratáveis foram excluídos do estudo. Os pacientes foram incluídos, de acordo com o desejo de cada paciente, para tratamento clínico apenas ou o melhor tratamento invasivo. Uma vez incluído no grupo para tratamento invasivo, o paciente era submetido ao melhor tratamento baseado em decisão multidisciplinar envolvendo neurocirurgia, neurorradiologia intervencionista e radiocirurgia, de acordo com o protocolo de cada instituição.

No dia 10 de maio de 2013 o estudo foi interrompido prematuramente pelo NINDS, veja no site: http://www.ninds.nih.gov/news_and_events/news_articles/ARUBA_ trial_results.htm).

O motivo da interrupção do estudo foi uma taxa 3 vezes maior de AVC sintomático ou morte entre os pacientes que receberam o tratamento invasivo do que os pacientes que receberam tratamento clínico apenas. O estudo planejava inicialmente incluir 800 pacientes e segui-los por 10 anos. Entretanto após a análise interina, o estudo foi interrompido com apenas 223 pacientes incluídos. Aguardemos a publicação dos resultados detalhados deste importante trial…

Link: http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/23867264

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s