Divulgação de Artigo – Lormeau et al., 2016

Publicado: 29/02/2016 em Divulgação de Artigo
Tags:,

Imagem1

Não preciso dizer qual a importância dos neurologistas brasileiros compreenderem mais sobre a natureza da síndrome de Guillain-Barré (SGB) na infecção por Zika vírus. Neste artigo publicado hoje na revista The Lancet, os autores descrevem as características clínicas da síndrome nos pacientes do surto de Zika nas ilhas da Polinésia Francesa entre 2013 e 2014. Calculando a incidência neste surto, a ideia é que surja um caso de SGB a cada 4000 pessoas infectadas por Zika. Parece pouco, mas para números brasileiros é bem preocupante. Os sintomas neurológicos costumam surgir 6 dias após início dos sintomas da infecção.

Outra coisa que me preocupou: os autores classificaram a maioria dos pacientes, através da ENMG, como formas axonais (AMAN). Isso implica que são formas de SGB com recuperação mais prolongada do que os casos com polirradiculopatia inflamatória desmielinizante aguda. Cerca de 30% dos pacientes necessitou de ventilação mecânica.

O artigo pode ser adquirido gratuitamento no link http://www.thelancet.com/pdfs/journals/lancet/PIIS0140-6736(16)00562-6.pdf.

comentários
  1. Thaisa Mattos disse:

    OBRIGADA!!!!

    Em 29 de fevereiro de 2016 23:26, “Jornal Eletrônico de Atualizações

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s