Atualizações em Neuroimunologia – Dez/16

Publicado: 28/12/2016 em Neuroimunologia
Tags:, , ,

imagem1

Encefalite pelo receptor NMDA e outros distúrbios sinápticos mediados por anticorpos: a “Aula Cotzias 2016”

(“NMDA receptor encephalitis and other antibody-mediated disorders of the synapse: The 2016 Cotzias Lecture”)

Dalmau J

Neurology. 2016 Dec 6;87(23):2471-2482

Comentário: Todos os anos, a Academia Americana de Neurologia agracia um pesquisador de reconhecida relevância com uma aula magna em seu congresso anual, e esta honraria é chamada “Aula Cotzias”, em homenagem ao nosso mitológico George Cotzias, que introduziu o uso da levodopa na doença de Parkinson em 1967.

Este ano, o agraciado foi o Professor Josep Dalmau, pioneiro na área da Neuroimunologia. Ao lado do incansável grupo da Clínica Mayo, certamente ele é a maior autoridade mundial em síndromes neurológicas paraneoplásicas, e teve o mérito de descrever, da beira do leito à bancada, uma nova entidade nosológica, a encefalite pelo anticorpo anti-receptor de NMDA (NMDAR). Os receptores NMDA são os principais receptores ionotrópicos (i.e., ligados a um canal iônico para exercer sua ação biológica) do glutamato e estão ubiquamente presentes no sistema nervoso central. O Prof. Dalmau conta sobre os primeiros casos, como teve o insight para ligar os sintomas à neoplasia de ovário, mostrou a presença do anticorpo no LCR e demonstrou uma difusa reação imunohistoquímica do neurópilo nos encéfalos afetados. Tudo em em menos de 15 anos, um grande feito médico. Além da própria importância da encefalite por anti-NMDAR, estes trabalhos jogaram luz sobre uma série de novas síndromes neurológicas provocadas por autoanticorpos que afetam a função sináptica em vários sistemas de neurotransmissão, muitas destas sem neoplasias associadas (na revisão, há uma lista destes autoanticorpos associados a sintomas neurológicos). Um dos exemplos mais clássicos (e o primeiro) é a síndrome miastênica de Lambert-Eaton.

Trata-se de um novo mundo a se explorar na Neurologia, em minha opinião. Estamos ainda engatinhando na compreensão de como o sistema nervoso modula e é modulado pelo sistema imunológico, e praticamente no escuro sobre o entendimento de como autoanticorpos, na condição de proteínas, interage com neurotransmissores e seus receptores. Talvez seja um dos grandes hot topics da próxima década. Leitura obrigatória!

Link: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27920282

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s