Atualizações em Neurologia Cognitiva – Fev/17

Publicado: 27/03/2017 em Neurologia Cognitiva
Tags:, , ,

Associação entre atividades mentalmente estimulantes na terceira idade e a incidência de Comprometimento Cognitivo Leve, com análise do genótipo APOE épsilon 4

(“Association Between Mentally Stimulating Activities in Late Life and the Outcome of Incident Mild Cognitive Impairment, With an Analysis of the APOE ε4 Genotype”)

Krell-Roesch J, Vemuri P, Pink A, Roberts RO, Stokin GB, Mielke MM, Christianson TJ, Knopman DS, Petersen RC, Kremers WK, Geda YE

JAMA Neurol. 2017 Mar 1;74(3):332-338

Comentário: “Você precisa ‘mexer com a cabeça’ pra espantar o alemão, vô!” Quem nunca disse ou ouviu tal alerta?! Sim, até os leigos apregoam os benefícios das exercícios para a mente para a prevenção de demências como a Doença de Alzheimer. Mas será que existem evidências científicas que os comprovem?

Este estudo prospectivo foi muito feliz por sua grande casuística (n = 1929), sua longitudinalidade (seguimento por 4 anos com reavaliações neurocognitivas seriadas) e, principalmente, pela viabilidade das atividades propostas. Ao avaliar idosos (70 anos ou mais) com cognição normal, produziram-se evidências consistentes de que atividades mentalmente estimulantes conferem benefício real ao reduzir o risco de desenvolvimento de desenvolver CCL (uso de computador > artesanato > atividades sociais > jogos em geral).

Vale lembrar que o Comprometimento Cognitivo Leve (CCL) é considerado uma síndrome/estado intermediário entre o estado cognitivo normal e a demência, pois a proporção de indivíduos que desenvolvem demência é maior entre os portadores de CCL do que o observado entre indivíduos com cognição preservada. Todavia, não se trata de um estado “transicional” ou “pré-clínico”, pois tal evolução não é inexorável.

Outra faceta interessante deste estudo foi a análise da influência do estado de portador do genótipo APOE ε4 (a apolipoproteína E é fator de risco bem estabelecido para CCL e Doença de Alzheimer) sobre o impacto das atividades mentais propostas. Tal genótipo parece reduzir seus benefícios, embora eles ainda sejam vantajosos.

Portanto, vale a leitura reflexiva, para fomentar o estímulo às atividades cognitivas entre nossos velhinhos.

Link: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28135351

Anúncios
comentários
  1. Meirelles Pereira Júnior disse:

    Muito bom
    Parabens!!

    Enviado via iPhone

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s